Alberto Feitosa

Notícias

Conheça as 10 maravilhas de Triunfo

Chamada de Oásis do Sertão, Triunfo aparece como uma das cidades mais bem desenvolvidas de Pernambuco. Seja no Poder legislativo ou no Executivo, sempre colaborei com a gestão municipal, com a execução de obras ou articulações feitas junto ao Governo do Estado para o crescimento da cidade. De clima ameno e povo hospitaleiro, o município é considerado um dos principais pontos turísticos do nosso estado, com belezas naturais e lugares que contam a história local.

Recentemente, o município ganhou um moderno Terminal Rodoviário, obra executada após um pleito meu e do ex-prefeito Luciano Bonfim ao então governador Eduardo Campos. O local foi inaugurado pelo governador Paulo Câmara no final do ano passado e é a nova porta de entrada para os visitantes da cidade. Com uma estrutura de qualidade, o turista encontra no terminal uma praça de alimentação, rampas de acessibilidade e quatro banheiros, dois deles adaptados para pessoas com deficiência. Tudo pensando na melhoria e qualidade do acesso.

Para conhecer melhor Triunfo, minha equipe preparou um material que indica os principais pontos turísticos locais. Descubra um pouco mais sobre a história da cidade e suas maravilhas:

Origem do Nome

Triunfo recebeu esse nome após o resultado de uma luta que aconteceu no século XVIII entre a família Campos Velhos, da cidade de Flores, com o povoado da Baixa Verde por causa da criação de uma feira local.

A família Campos Velhos tentou por diversas vezes acabar com o comércio, sendo definitivamente derrotada após o decreto de separação do povoado do município. Por conta dessa conquista, a cidade foi batizada com o nome de Triunfo.

Pontos Turísticos

  1. Teleférico do SESC e o Polo Gastronômico

Em Triunfo, fazer o passeio de teleférico é imperdível para quem visita a cidade. Com 16m de altura e 600m de extensão, o percurso de 20 minutos (ida e volta) proporciona uma aventura inesquecível com uma visão privilegiada do município. O programa custa R$14 inteira e R$7 meia.

No entorno do teleférico está o Polo Gastronômico, um obra executada na minha gestão, quando secretário de Turismo de Pernambuco, que trouxe muitos benefícios para a cidade. Criado em 2013 e reformado recentemente, o polo é uma boa opção para quem procura comida regional de qualidade num ambiente aconchegante e próximo da natureza.

  1. Cachoeira dos Pingas

Um dos pontos mais bonitos da cidade, a Cachoeira dos Pingas tem seis quedas de água consecutivas, a primeira delas é uma piscina natural reservada para os banhistas. Ela fica localizada em uma propriedade particular próxima ao Pico do Papagaio e, por isso, é preciso pagar uma taxa simbólica de R$ 2,00 para a visitação.

Como secretário de Turismo, pude participar da obra de infraestrutura que melhorou o acesso e valorizou ainda mais a beleza do local. Realizada em 2013, foi construído um estacionamento com 15 vagas para veículos de pequeno porte. No percurso das trilhas, os degraus e rampas foram pavimentados e implantados corrimões de segurança, além da construção de quiosques exclusivos para venda de comidas e bebidas ao longo do percurso.

O acesso é recomendado com o uso de carros maiores, mas também pode ser feito por carros de pequeno porte.

  1. Cine Teatro Guarany

O Cine Teatro Guarany foi construído em 1922 e é um dos cartões postais da cidade. Lá acontece o Festival de Cinema de Triunfo, onde são exibidos vários filmes, como longas, curta metragens e animações. Ligado diretamente a cultura local, o Troféu Caretas é uma das principais premiações cinematográficas do Brasil, sendo disputado por diretores de todo o país.

Horário para visitação: Segunda à sábado das 9h às 17h e domingo das 10h às 12h. A entrada é gratuita.

  1. Passeio de Pedalinhos

 

No lago João Barbosa Sitônio, localizado em frente ao Cine Teatro Guarany, é possível fazer o passeio de pedalinhos, que oferece aos visitantes uma vista panorâmica da cidade. O passeio custa R$10 por hora. Vale a pena!

 

 

  1.  Museu do Cangaço e da cidade de Triunfo

O Museu do Cangaço guarda um grande acervo, com mais de 500 peças pertencentes à Lampião. Desde fotografias e objetos de uso diário, feitos por ele mesmo, à armas de fogo usadas na época do cangaço.

As peças são reais e foram certificadas por historiadores. Boa parte delas foram doadas por pessoas de outras regiões que tiveram contato com Lampião.

Horário de visitação: segunda à sábado de 8h às 12h e de 14h às 17h. Domingos das 8h às 12h. R$2,00

  1.  Casa Grande das Almas

Fundada do século XIX, a Casa Grande das Almas é um sítio e já serviu de esconderijo para Lampião. Seu primeiro dono oferecia proteção a ele. O sítio também servia como divisa entre os estados de Pernambuco e Paraíba (70% na Paraíba e 30% em Pernambuco). Aberto para visitas, é possível caminhar pelos jardins e mausoléu da família, além de poder ver um castelo inacabado.

A entrada custa R$5,00.

  1. Pico do Papagaio

O Pico do Papagaio é o ponto mais alto do estado de Pernambuco e um dos mais visitados de Triunfo. De lá é possível ver toda a região. Motoristas locais, utilizando veículos 4×4, buscam nas pousadas os interessados em realizar o passeio.

Chegando no Pico, é só apreciar a vista.

 

  1.  Furna dos Holandeses

Ainda no caminho para o Pico do Papagaio é possível conhecer a Furna dos Holandeses, uma gruta cheia de histórias e que serviu de abrigo na época da invasão holandesa no Brasil, quando cerca de 40 famílias teriam fugido a pé de Recife até Triunfo, caminhando mais de 400 quilômetros, se escondendo no local. O que não vai faltar são encantos em relação à beleza natural do lugar.

A visitação custa R$ 2,00.

  1.  Cacimba de João Neco

A história de João Neco impressiona: Cego de um dos olhos, em 1930, com o apoio de dois homens, ele construiu uma cacimba para guardar água nas épocas de seca. Porém, o desejo de João Neco era dividir com os seus vizinhos a água acumulada em seu poço, e por isso, arquitetou um túnel transversal para que o reservatório fosse acessado por todos.

O fato do criador da cacimba nunca ter tido acesso à formação escolar e ainda assim, conseguir construir algo tão bem elaborado e moderno para sua época, desperta a curiosidade e certa admiração dos visitantes.

A cacimba possui aproximadamente 25 metros de profundidade, com um túnel de 1,20m de largura e 2,5m de altura e com extensão de 30m. A taxa de visitação é de R$2,00.

  1. Engenho São Pedro

Localizado a menos de um quilômetro do centro da cidade, o Engenho São Pedro foi construído no século XX e lá é possível observar o processo de fabricação da cachaça, além de degustar os seus produtos. Os visitantes também podem conhecer o alambique, que funciona com forno movido a bagaço da cana e a grande cozinha, onde são produzidas rapaduras dos mais diversos sabores e formas. Na área externa do engenho, um quiosque disponibiliza o picolé de cachaça, o sorvete de rapadura, entre outras produções locais. Nos finais de semana, o espaço recebe a animação de grupos de forró pé-de-serra.

 Horário de visitação: das 08:30hrs às 16:30hrs.

Você conhece outras maravilhas da cidade? Conte para gente.

Comentários